A IMS Global Learning Consortium (IMS Global) é uma organização internacional sem fins lucrativos que desenvolve e dá suporte a padrões de interoperabilidade para promover a colaboração entre empresas de tecnologia educacional e aplicativos de ensino. Desde a sua fundação, em 1995, a  IMS Global Learning Consortium aprovou e lançou mais de 20 padrões abertos para a comunidade.

Dadas as inúmeras opções de tecnologias de aprendizagem (plataformas LMS, aplicativos, etc.), é compreensível que professores e instrutores fiquem confusos quando apresentados às infinitas possibilidades de programas e conteúdos. O objetivo da IMS Global é padronizar a interoperabilidade de aplicativos e plataformas educacionais.

A interoperabilidade torna a tecnologia educacional mais acessível financeiramente, multiplicando a participação e as conquistas educacionais. Os padrões estabelecidos pela IMS Global baseiam-se na ideia de que os padrões abertos de tecnologia educacional dão às instituições maior acesso a ferramentas e produtos com as quais podem inovar. É por isso que vamos conhecer com mais detalhes a forma como a IMS Global usa certos parâmetros – como usabilidade, escopo e impacto educacional – para incentivar a inovação.

Como funciona a IMS Global?

Podemos distinguir três aspectos que permitem à IMS Global proporcionar melhor ensino digital e experiências de aprendizagem.

Adaptações de integrações e plugins:

Os padrões de interoperabilidade da IMS Global poupam tempo, reduzem custos e melhoram a integração entre os sistemas, pois todas as aplicações certificadas pela IMS utilizam padrões abertos para se conectar e trocar dados. O baixo custo e a rápida integração proporciona às instituições flexibilidade e facilidade para adicionar, de forma segura, ferramentas de aprendizagem, conteúdo digital e aplicações que atendam às diferentes necessidades de seus programas de aprendizagem.

Um grande ecossistema e uma arquitetura aberta:

A IMS oferece uma arquitetura aberta que recebe contribuições de líderes mundiais em tecnologia educacional. Nesse ambiente, as plataformas de aprendizagem e ensino, bem como as ferramentas, os recursos e os aplicativos, podem evoluir de acordo com as necessidades de instituições, professores e alunos.

Além disso, as certificações de conformidade da IMS garantem que os produtos implementem corretamente o padrão para o qual foram testados. Se uma instituição tiver algum problema de integração com um produto certificado pela IMS, o fornecedor irá trabalhar com a instituição para resolver o problema.

Colaboração eficaz baseada em membros:

A IMS Global já demonstrou que as principais instituições de ensino e os provedores de tecnologia educacional podem gerar um progresso de alto impacto quando colaboram. Para isso, a IMS cria um ecossistema de tecnologia de aprendizagem flexível, inovador e sustentável entre os seus membros. Devido a essa poderosa colaboração, as organizações-membro da IMS também têm a oportunidade individual de ajudar a moldar o futuro dessas tecnologias.

Quem está envolvido?

Líderes em tecnologias de aprendizagem de todos os sectores pertencem à IMS Global. Alguns especialistas representam empresas que contribuem para as comunidades educacionais e promovem a transformação positiva da educação. Algumas das organizações que apoiam os padrões de interoperabilidade entre plataformas e aplicativos incluem Blackboard, Educause, eLumen, IBM, Harvard Business for Educators, Intel, Microsoft, McGraw Hill Education, Moodle, Oracle, Universidade do Michigan e Universidade de Toronto, entre muitas outras.

As organizações que participam da IMS Global também promovem o uso interno de padrões.

A E-Learn Magazine conversou com Rob Abel, CEO da IMS Global Learning Consortium, e com Sandra DeCastro, diretora de Programas Comunitários da IMS.

E-Learn Magazine: Qual é a importância das práticas e iniciativas da IMS?

Equipe da IMS Global: A IMS Global está focada no futuro da tecnologia de ensino e aprendizagem. Ela fornece uma arquitetura e um ecossistema de tecnologia plug and play, na qual se cria uma base para os produtos inovadores poderem ser rapidamente implantados e funcionarem em conjunto.

Com a adoção de padrões IMS, as instituições poupam uma quantidade considerável de tempo, reduzem custos e melhoram a integração do sistema em um fator de 10 a 1000, em comparação com as conexões personalizadas de Interface de Programação de Aplicativos (API, Application Programming Interfaces), pois todas as aplicações certificadas pela IMS usam os mesmos padrões abertos para se conectar. Essas economias são evidentes para os fornecedores e para o pessoal da instituição responsável pelas integrações EdTech.

Baixos custos e rápida integração proporcionam às instituições flexibilidade e facilidade para adicionar, de forma rápida e segura, ferramentas de aprendizagem, conteúdos digitais e aplicativos que atendam a diferentes necessidades. Esses recursos digitais podem ser organizados de acordo com o que a instituição deseja, seja através de um único repositório ou de múltiplos pontos de acesso (por exemplo, um sistema de gestão de aprendizagem, um portal de conteúdo ou um repositório de recursos de aprendizagem).

Com os aplicativos que usam padrões certificados pela IMS, cria-se uma experiência produtiva e inovadora: professores e alunos podem facilmente acessar recursos digitais em seus ambientes de aprendizagem por um sinal único, e os dados relevantes, como listas e resultados de análises, podem ser trocados automaticamente. Isso significa que professores, alunos e pais podem acompanhar o progresso e as habilidades de um aluno, como resultado de várias ferramentas e recursos digitais localizados em um mesmo lugar. Um diretório de produtos certificados pela IMS está disponível em www.imscert.org.

ELM: Como as iniciativas da IMS podem melhorar o ensino? Quais os benefícios pedagógicos e educacionais para o ensino superior e as empresas?

IMS: O desafio global de uma melhor educação e aprendizagem para todos os cidadãos em todo o mundo é uma grande tarefa que teremos de enfrentar no futuro. Modelos educacionais mais eficazes, melhor acesso aos recursos digitais, informações adequadas sobre o progresso dos alunos, e a capacidade de personalizar a aprendizagem de acordo com as necessidades de cada aluno, tudo isso contribui para a melhoria do ensino e da aprendizagem. Para avançarmos firmemente no ensino e aprendizagem, é necessário que as tecnologias inovadoras sejam integradas com facilidade e trabalhem em conjunto sem problemas.

A IMS está liderando uma iniciativa de colaboração para implementar uma plataforma de tecnologia interoperável baseada em padrões abertos para reforçar a inovação em educação que visa à melhoria do ensino, à adoção de novos modelos pedagógicos, ao acesso a informações mais oportunas e à aprendizagem personalizada.

ELM: Quais são alguns dos desafios que a IMS irá enfrentar no futuro próximo?

IMS: A comunidade educacional está preocupada, porque os provedores não estão muito interessados em adotar os padrões IMS mais recentes, como Learning Tools Interoperability® v2 (LTI® v2) e Caliper Analytics. Apenas algumas organizações adotaram esses padrões até hoje, o que deixa muitos benefícios não concretizados. É claro que esses padrões, por si só, não são fundamentais, mas eles facilitam as coisas. Portanto, no ensino superior, os fornecedores estão contribuindo com novos recursos, como análise (analytics) e consultoria. No ensino básico, eles estão contribuindo com mecanismos de recomendação e avaliação, todos escalonáveis e que funcionam com padrões de interoperabilidade.

As instituições podem ajudar a acelerar a adoção de padrões IMS, exigindo que seus fornecedores adotem e obtenham a certificação para os padrões IMS. Você pode conferir quem á certificado pesquisando o Diretório de Conformidade de Produtos da IMS em www.imscert.org. Ao fazer isso, as instituições não apenas ajudam a acelerar a normalização, mas também proporcionam, elas mesmas, uma melhor experiência de aprendizagem, graças a uma melhor tecnologia educacional, evitando assim a dependência excessiva dos fornecedores.

ELM: Quais são os principais problemas em que a IMS deve focar seus esforços?

IMS: Nossos membros definem as nossas prioridades com base nos desafios de interoperabilidade urgentes para a adoção e evolução de um ambiente de aprendizagem digital totalmente integrado. Nosso conjunto atual de iniciativas institucionais foca-se em:

  • Apoiar as instituições na transição para um programa de ensino totalmente digital e eficaz.
  • Implementar o ecossistema plug and play em todas as plataformas, aplicativos e ferramentas.
  • Mudar para uma ferramenta de avaliação digital (e-assessment) verdadeiramente integrada e interativa, para facilitar a aprendizagem personalizada.
  • Melhorar o acesso em tempo real, os aplicativos de dados e de análise para melhorar os resultados de ensino transversais.
  • Liderar o futuro na acreditação digital e na educação baseada em competências.

ELM: Que características uma instituição deve ter para se tornar membro da IMS?

IMS: A filiação à IMS Global é aberta para escolas, universidades, distritos escolares, fornecedores de tecnologias acadêmicas, associações educacionais e instituições governamentais interessadas em desenvolver e lançar no mercado um conjunto de padrões abertos para tornar os aplicativos, o conteúdo e os dados “plug and play”.

Após 10 anos de crescimento espetacular, a IMS Global tornou-se um dos maiores e mais influentes consórcios de padrões em todo o mundo, com mais de 360 organizações associadas. Em suma, não há no mundo maior colaboração entre organizações EdTech que estejam envolvidas na criação de uma plataforma aberta para facilitar inovações de ensino e aprendizagem mais eficientes.

ELM: Qual a função das organizações em apoiar a IMS?

IMS: A função das organizações é contribuir ativamente para o avanço da revolução da interoperabilidade no setor educacional. A IMS tem três tipos de associação: membros votantes, conhecidos como Membros Colaboradores (CM, Contributing Members), Afiliados e Aliados.

Os Membros Colaboradores são responsáveis por 90% do financiamento e da liderança no avanço das iniciativas da IMS. A associação como Afiliado é ideal para organizações que desejam se envolver com a IMS, mas ainda não começaram a implementar os padrões IMS. A associação como Aliado oferece suporte na implementação e certificação para um padrão.

ELM: Como a comunidade de e-learning pode saber mais sobre o trabalho da IMS?

IMS: Felizmente, o interesse pelo trabalho da comunidade IMS tem aumentado, como resultado dos esforços dos nossos membros em levar informação através de apresentações em conferências, publicações e webnários.

Também contamos com a colaboração com empresas na indústria para gerar maior consciência sobre como os padrões IMS podem facilitar a aprendizagem digital da próxima geração. No ensino superior, isso inclui organizações como Educause, Online Learning Consortium, WCET, Collective Shift, C-BEN e APLU. Os colaboradores do ensino básico incluem ISTE, CoSN, Ed-Fi e The Learning Counsel, entre outros. Também organizamos, todos os anos, o Learning Impact Leadership Institute, um programa global que reconhece o impacto da tecnologia inovadora no acesso à educação em conta e de qualidade.

A IMS busca e trabalha para um futuro em que as inovações em educação não sejam impulsionadas pelo lucro, mas sim pela necessidade. Em um mundo de estudantes não convencionais, seus padrões são de extremo valor, uma vez que permitem às instituições de qualquer canto do mundo compartilhar ideias e inovações.

Foto: Bill Wechter

About The Author

Related Posts