Por: Catalina Sánchez

Cairo, Egito

Falar uma segunda ou terceira língua é essencial para o mundo globalizado de hoje. Algumas das vantagens de ser multilíngue incluem oportunidades acadêmicas, maior competitividade no trabalho e, inclusive, maior desenvolvimento cognitivo.

Existem atualmente cerca de sete mil línguas diferentes no mundo. Entre esse amplo número, a língua árabe ocupa o quinto lugar na lista das dez línguas mais populares, com um número estimado de 300 milhões de falantes nativos. Portanto, não é mera coincidência que cada vez mais e mais pessoas estejam interessadas em estudá-la.

A questão é que, até há uma década, aprender uma língua – especialmente uma tão complexa como o árabe – necessariamente incluía uma tríade inseparável de problemas: dinheiro, tempo e viagens. No entanto, com a democratização resultante da Internet e da introdução de ferramentas virtuais (como o Moodlerooms), entramos em uma Nova Era do Aprendizado. Já não é mais necessário estar fisicamente presente em uma aula, ou adaptar nosso horário de trabalho ou esgotar nossas poupanças. Tudo o que precisamos agora, se queremos aprender, é nosso desejo de fazê-lo.

Foi precisamente por essa visão que a Academia Árabe foi criada no Egito. O objetivo dessa empresa privada e independente é promover não só a língua árabe, mas também os valores profissionais e éticos e as habilidades de negócio, explorando ferramentas virtuais e tecnológicas.

A iniciativa tem sido um grande sucesso. A Academia Árabe tem atualmente 90.000 alunos, provenientes de vários países. A maioria tem algum tipo de conexão com o mundo árabe: há alunos dos Estados Unidos e/ou do Canadá que vêm de uma tradição muçulmana ou árabe, enquanto outros incluem pessoas que precisam aperfeiçoar seu conhecimento da língua por alguma razão acadêmica, profissional e/ou política, além dos falantes não nativos que simplesmente desejam adquirir algum conhecimento básico como principiantes.

E por que escolher a Academia Árabe?

Omar El Kheshen, Diretor-Presidente da Academia, explicou a E-Learn Magazine as dez razões pelas quais as pessoas, sejam principiantes ou de nível avançado, deveriam se matricular em um dos cursos da plataforma.

  • Experiência: a Academia Árabe é uma das empresas líderes no ramo. Poucos concorrentes oferecem cursos acadêmicos tão bons em língua árabe, em termos de custos, tempo, qualidade e benefício.
  • São econômicos: o preço depende de cada curso, mas alguns dos mais “caros” custam cerca de 100 dólares mensais, o que é bastante acessível.
  • Tecnologia: o Moodlerooms dá um toque prático e ágil à interface do curso, o que torna os cursos mais prazerosos para os alunos.
  • Variedade: não faz diferença se a pessoa não teve contato prévio com a língua árabe. Existem diversos níveis de dificuldade, bem como diferentes tipos de cursos: árabe moderno padrão, árabe egípcio coloquial e árabe islâmico. Cada um deles satisfaz as necessidades individuais e os perfis dos estudantes multifacetados.
  • Tutoria personalizada: existe uma opção de conversação one-on-one (“cara a cara”) que permite aos alunos conversar com professores uma ou duas vezes por semana. Os alunos também têm acesso a eles a qualquer momento, por meio de salas de bate-papo e/ou endereços de e-mail.
  • Interação: um dos slogans da Academia é que os estudantes “aprendem fazendo”, não ouvindo ou assistindo vídeos. Há atividades interativas que testam o aluno o tempo todo, garantindo, assim, o recrutamento e reduzindo a taxa de desistência, aspectos que são muito comuns em outras escolas de línguas que não utilizam métodos de aprendizado de vanguarda.
  • Horários flexíveis: não existem aulas fixas, horários específicos ou limites de tempo para completar os cursos. Todos são livres e avançam em seu próprio ritmo.
  • Qualidade: os professores são cuidadosamente selecionados e são treinados de maneira completa e rigorosa.
  • Transparência: um aspecto adicional muito importante é que não existe a possibilidade de que possam se infiltrar opiniões culturais e/ou governamentais. Promover questões controversas relacionadas com religião ou política é estritamente proibido.
  • Formação de uma equipe: este é um dos pontos mais importantes para El Kheshen. “Os alunos estão constantemente em contato não apenas com os professores, mas também com seus colegas. Eles não têm que passar pelo processo de aprendizado de uma nova língua sozinhos, já que fazem isso como parte de uma comunidade.”

Os testemunhos valem mais do que mil palavras

“A Academia Árabe tem um bom plano de estudos para aprender a língua. Pude melhorar meu conhecimento acessando um site que explica tudo em duas línguas: inglês e árabe. A academia tem excelentes professores, os quais têm talentos especiais para tornar o aprendizado em um processo mais entusiasmante.” Dr. Windratmo Suwarno, Primeiro Secretário na Embaixada da Indonésia em Cairo.

“Foi uma boa decisão. Há aproximadamente quatro meses que comecei esse maravilhoso curso online e minha experiência até agora tem sido fantástica. Comecei no nível principiante (Árabe 101) e posso dizer que meu progresso foi incrivelmente rápido. Adorei, porque isso me permite estudar em meu próprio ritmo e, o que é mais importante, A QUALQUER HORA! Os professores são incrivelmente pacientes, competentes e com uma grande vontade de ajudar. Na verdade, toda a equipe é muito prestativa. Com certeza vou continuar estudando na Academia Árabe até me tornar uma especialista na língua árabe. Insha’Allah!” Dragana Selakovic, Eslovênia.

*Fonte: Omar El Kheshen, Diretor-Presidente, Academia Árabe.

Fotos: Pedro Costa